Siga-nos no Facebook / Twitter!

PROGRAMAÇÃO: NOVEMBRO de 2012

Filme
NOV
1
Foto
Wes ANDERSON

Filme
NOV
8
Foto
Hirokazu KOREEDA

Filme
NOV
14
Foto
Joseph L. Mankiewicz
* ENTRADA LIVRE!

Filme
NOV
15
Foto
Jacques DEMY
* ENTRADA LIVRE!

Filme
NOV
22
Foto
Abel FERRARA
* TRAZ OUTRO AMIGO TAMBÉM!

Filme
NOV
29
Foto
Semih KAPLANOGLU


Sala de exibições Pequeno auditório
Casa das Artes de V. N. de Famalicão
Parque de Sinçães - V. N. de Famalicão

bottom corner
 
   
Jacques DEMY, o cineasta que sonhava com Hollywood
Download do Dossier

Jacques Demy, apesar de não ser uma escolha imediata quando se pensa na Nouvelle Vague dada a sua apetência para correr, simultaneamente, por dentro e por fora do movimento, é um dos grandes cineastas do cinema francês, principalmente na década de 60, como demonstra a Palma de Ouro de Cannes atribuída em 1964 ao musical encantado, Os Chapéus de Chuva de Cherburgo. Deambulando livremente entre o musical e o melodrama, Demy foi um dos cineastas que se relacionou de forma mais singular com a herança do cinema americano clássico, como se constata pela presença caucionária de Gene Kelly em As Donzelas de Rochefort. Num ciclo montado em parceria com o Instituto Francês, que inclui, além de quatro obras incontornáveis de Demy (com a presença das grandes actrizes europeias da época: Anouk Aimée, Jeanne Moreau, Catherine Deneuve), um filme muito especial, em volta das memórias de infância de Jacquot em Nantes, concebido pela companheira de sempre do cineasta.

Cineclube de Joane, Setembro de 2012


Sessão I
LOLA

Sinopse

Roland (Marc Michel), homem pobre e azarado, aborrece-se com a vida que leva e o trabalho que tem. Quando está decidido a ir-se embora reencontra o seu primeiro amor, Cécile (Anouk Aimée), que se tornou numa dançarina de cabaret, conhecida por Lola. Lola dá-lhe algumas esperanças mas conta-lhe que ama outro homem, de quem tem um filho, e que espera que ele volte.

Ficha Técnica

Título original: Lola (França / Itália, 1961 90 min.)
Interpretação: Anouk Aimée, Marc Michel, Jacques Harden
Argumento: Jacques Demy
Produção: Georges de Beauregard, Carlo Ponti
Música: Michel Legrand
Fotografia: Raoul Coutard
Montagem: Anne-Marie Cotret, Monique Teisseire

Sessão II
A BAÍA DOS ANJOS

Sinopse

Jean chega a Nice. Começa a interessar-se pelo jogo e encontra no casino uma jogadora, Jackie. Entre os dois nasce paixão e fascínio. São um pelo outro, ou ambos pelo jogo? Jean instrui-se emocionalmente. Jackie joga.

Ficha Técnica

Poster Título original: La Baie des Anges (França, 1963, 79 min.)
Interpretação: Jeanne Moreau, Claude Mann, Paul Guers
Argumento: Jacques Demy
Produção: Paul-Edmond Decharme
Música: Michel Legrand
Fotografia: Jean Rabier
Montagem: Anne-Marie Cotret

Sessão III
OS CHAPÉUS DE CHUVA DE CHERBURGO

Sinopse

Geneviève Emery ama Guy Fouché. A mãe, comerciante de guarda-chuvas, não vê com bons olhos este namoro com um mecânico que nem sequer ainda cumpriu o serviço militar. Guy está mobilizado para a Argélia e Geneviève entrega-se-lhe antes da sua partida, prometendo aguardar o seu retorno ... Talvez a obra mais célebre de Jacques Demy e o filme que fez de Catherine Deneuve uma vedeta. Numa triste cidade do litoral atlântico francês, uma jovem fica grávida e o namorado parte para a Guerra da Argélia. Ela acabará por casar com outro homem... Demy conta esta história de amores frustrados num filme totalmente cantado, do primeiro ao último minuto, o que transforma a banal história num drama comovente. A música deste filme “em cantado” é de Michel Legrand. [Cinemateca Portuguesa]

Palma de Ouro no Festival de Cannes, 1964. Nomeação para os Óscares nas categorias de Melhor Canção Original, Melhor Banda Sonora original (Michel Legrand) e Melhor Argumento escrito para cinema.

Ficha Técnica

Poster Título original: Les Parapluies de Cherbourg (França, 1964, 90 min.)
Interpretação: Catherine Deneuve, Anne Vernon, Marc Michel
Argumento: Jacques Demy
Produção: Mag Bodard
Música: Michel Legrand
Fotografia: Jean Rabier
Montagem: Anne-Marie Cotret, Monique Teisseire

Sessão IV
AS DONZELAS DE ROCHEFORT

Sinopse

Delphine e Solange são duas gémeas que vivem em Rochefort. Delphine é professora de dança e Solange compõe e ensina piano. A mãe de ambas, Yvonne, abandonou o homem que amava por não querer o apelido que este lhe daria se casassem. Maxence é um marinheiro-pintor que pintou o seu ideal feminino e o procurou por todos os portos do mundo. Simon é dono de uma loja de música. Deixou Paris e foi viver para Rochefort para ir viver na cidade onde se apaixonou há dez anos atrás. O famoso pianista Andy Miller encontrou o amor da sua vida em Rochefort, mas perdeu-o no mesmo dia. Todos procuram o amor, procuram-se uns aos outros, sem terem consciência que o amor pode estar mesmo ao virar da esquina...

Um brilhante musical de Jacques Demy.

Ficha Técnica

Poster Título original: Les Demoiselles de Rochefort (França, 1967, 120 min.)
Interpretação: Catherine Deneuve, Françoise Dorléac, Gene Kelly
Argumento: Jacques Demy
Produção: Mag Bodard, Gilbert de Goldschmidt
Fotografia: Ghislain Cloquet
Montagem: Jean Hamon
Música: Michel Legrand

Sessão V
JACQUOT DE NANTES de Agnès Varda

Sinopse

Era uma vez um rapaz que cresceu numa garagem onde todos gostavam de cantar. Estava-se em 1939. Ele tinha oito anos e gostava de marionetas e operetas. Sonhava vir a ser cineasta, mas o pai obrigou-o a estudar mecânica. É de Jacques Demy e das suas memórias que se fala. É uma infância feliz que nos é contada, apesar dos acontecimentos da guerra e do pós-guerra.

Filme apresentado, fora de competição, no Festival de Cannes em 1991.

Varda revela-nos aqui a infância de Jacques Demy, o seu companheiro de tantos anos. Assumindo o registo ficcional, o filme é uma crónica dos anos da juventude do realizador, dos jogos com o seu irmão e amigos, dos amores infantis, mas também das primeiras experiências cinematográficas. Um filme que regista o despertar de uma vocação. [Cinemateca Portuguesa]

Ficha Técnica

Poster Título original: Jacquot de Nantes (França, 1990, 118 min.)
Interpretação: Philippe Maron, Edouard Joubeaud, Laurent Mounier
Argumento: Agnès Varda, a partir das memórias de Jacques Demy
Produção: Agnès Varda
Música: Joanna Bruzdowicz
Fotografia: Patrick Blossier, Agnès Godard, Georges Strouvé
Montagem: Marie-Josée Audiard

bottom corner